Com a fragmentação do streaming pirataria volta a ganhar força

Photo by JESHOOTS.COM on Unsplash

A esperança na prática

Ao longo de minhas pesquisas junto aos agenciamentos e processos de coprodução entre “pirataria” digital e a indústria do entretenimento audiovisual, percebi tal esperança ceder espaço, novamente, às regenerações (por vezes obstinadas) da “pirataria” enquanto eleição pertinente, adequada e justa a ser consumida pelo público. No site Reddit, especialmente no subreddit r/Piracy, realizei pesquisa semi-estruturada junto a 162 interlocutores de 22 países [2] para compreender o consumo “pirata” de vídeos na era do streaming — era que destaca o relativo baixo custo do acesso, sua praticidade e conveniência. Um dos principais motivos se devia à pluralização das plataformas streaming que, na opinião dos interlocutores, descentralizava o conteúdo, tornando-o mais caro e mais complexo em sua busca, além de (re)-promover a antiga ideia de que a indústria do entretenimento é gananciosa.

--

--

Social anthropologist researching digital piracy and streaming technology. E-mail: andressansoilo@outlook.com

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Andressa Nunes Soilo

Andressa Nunes Soilo

Social anthropologist researching digital piracy and streaming technology. E-mail: andressansoilo@outlook.com